Publicada em: 18/09/2020 16:15

Professora da UEA participa do Festival de Teatro Online de Curitiba

A professora do Curso de Teatro da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Annie Martins Afonso foi convidada para participar do bate-papo 'A atuação do espectador teatral' que acontece nesta sexta-feira (18), às 19h (horário Manaus), através das redes sociais do Festival de Teatro Online de Curitiba. A professora representará o norte do país e dividirá espaço com o ator e professor Dr. Robson Rosseto e o professor Flávio Desgranges, sendo mediados pela atriz e coordenadora do Fringe, Carol Scabora.

Annie ressalta que a temática vai de encontro ao atual cenário que o mundo está passando, quando a arte serve uma ótica alternativa de reflexões diante dos contextos sociais, culturais e econômicos de cada indivíduo. O teatro vem como uma plataforma de pensamentos e decodificação de signos para enxergar a realidade como um todo.

"Quem é esse espectador ou espectadora diante de tantas coisas que estamos vivendo hoje e que já estávamos vivendo anteriormente nessa nossa vida automática quando onde muitas vezes não temos tempo para pensar? A arte, ela serve para isso também, de enxergar a verdade do que há por trás de muita coisa que acontece na nossa vida, de ajudar a decodificar crises, de passar por esse momento, de como absorver as informações da mídia, na política e na economia. É sobre isso que nós vamos falar, do teatro como motivação para nós repensarmos", disse a professora.

A UEA, como única instituição superior a diplomar artistas no curso de teatro no estado do Amazonas, é composta por uma equipe de 14 professores no corpo docente que lutam diariamente para formar plateias. "Nós trabalhamos com diversos projetos de extensão que compreendem desde presídios a comunidades indígenas e quilombolas, e estamos sempre pensando nesses nichos e como eles são capazes de produzir teatro, que é o que esperamos dos espectadores, que produzam a própria arte. Ninguém leva teatro para alguém, a gente motiva essa formação e reconhecimento da linguagem teatral", completou Annie.

Sobre o Festival

Chegando a 29ª edição, o Festival de Teatro de Curitiba precisou se adaptar a modalidade virtual devido a pandemia. A abertura dessa edição especial aconteceu nesta quinta-feira (17) com participação do cantor Emicida e segue com programação até o dia 24 de setembro. Estão previstos, além dos bate-papos, cursos, espetáculos, lives shows com nomes conhecidos na área artística. Confira a programação nas redes sociais do evento que conta também com intérpretes para a Língua Brasileira de Sinais (Libras).

O Festival é considerado também o maior festival de teatro da América Latina e o segundo maior do mundo, onde sempre busca ser um meio de formação, atualização e reflexão de artistas e do público. A edição especial do Festival é uma continuidade da arte mesmo tempos de pandemia, e representa resistência dos artistas que seguem produzindo e fazendo arte.

Para mais informações, acesse o site nos links abaixo.

Texto: Emilie Guimarães/ASCOM UEA

ITENS ASSOCIADOS